RENDA FIXA

Investimentos em Títulos Públicos e Privados.
O QUE SÃO?

A renda fixa é um tipo de investimento direto em Títulos Públicos e Privados.

COMO FUNCIONAM?

Em troca desse empréstimo, o investidor recebe uma remuneração por um determinado prazo, na forma de juros e/ou correção monetária, podendo ainda receber parcelas, que são as amortizações.

Títulos Públicos:

São títulos emitidos pelo Governo, por meio do Tesouro Nacional, com finalidade de captar recursos para financiamento da atividade pública.

*Tesouro Direito: É um programa que possibilita a negociação através da internet, de títulos públicos por pessoas físicas.

Titulos Privados:

– Certificado de Depósito Bancário: Os CDBs são títulos emitidos pelos bancos e caixas econômicas e são vendidos para os investidores como forma de captação de recursos do emissor.

– Certificado de Recebíveis do Agronegócio: Os CRAs são vinculados a direitos creditórios originários de negócios realizados, em sua maioria, por produtores rurais ou suas cooperativas, relacionados ao financiamento da atividade agropecuária.

– Certificado de Recebíveis Imobiliários: Os CRIs são títulos lastreados em créditos imobiliários, representativos de parcelas de um direito creditório.

– DPGE: São os depósitos a prazo emitido por instituições financeiras com garantia do FGC. Os bancos comerciais, múltiplos, de desenvolvimento e investimento, as sociedades de crédito, financiamento, e as caixas econômicas são os emissores.

– Letra de Câmbio: As LCs são instrumentos de captação das financeiras, com o objetivo de financiar suas atividades. Você empresta dinheiro às financeiras em troca de uma rentabilidade preestabelecida. – Letra de Crédito do Agronegócio: As LCAs são títulos emitidos por instituições financeiras públicas e privadas, vinculado a direitos creditórios originários do agronegócio.

– Letra de Crédito Imobiliário: As LCIs são instrumentos de captação que pode ser emitidos por instituições autorizadas pelo Banco Central, com objetivo de financiar o setor imobiliário que tem como lastro financiamentos imobiliários garantidos por hipoteca ou alienação fiduciária do imóvel.

– Letra Financeira: As LFs são instrumentos de captação de recursos exclusivos das instituições financeiras.